Entretenimento

Zezé Di Camargo diz que ‘até Pelé já perdeu pênalti’ ao falar de críticas à voz: ‘Quem quiser, vai assistir meu show’

O cantor Zezé Di Camargo precisou lidar recentemente com vídeos na internet e novas críticas em relação à qualidade de sua voz. O músico, considerado por muitos no mercado como um dos maiores artistas da história da música sertaneja, fez, em 2008, uma cirurgia para retirada de um cisto congênito e desde então lida com comentários em relação à sua potência vocal.

Em entrevista exclusiva ao g1 antes de subir, ao lado do irmão Luciano, ao palco da Festa do Peão de Barretos, Zezé falou do novo show da dupla, que percorre os 30 anos de carreira de um dos capítulos mais importantes da história do gênero, explicou o projeto paralelo, “Rústico”, que gerou questionamentos sobre uma suposta separação e, claro, comentou as críticas que recebe pela internet, acompanhadas de gravações de shows. [assista acima]

Luciano também conversou com exclusividade com a reportagem sobre o momento atual da dupla, de não se preocupar em necessariamente ter que gravar algum projeto e sim fazer shows e cantar juntos para o público. [veja mais abaixo]

“A internet é boa demais para muitas coisas e ruim para outras. Qualquer pessoa hoje tem uma televisão na mão e a maldade prolifera bem mais rápido que a bondade. Eu cansei de ver vídeo meu editado, vídeo de momento que, a gente é ser humano, um dia você tá gripado, no outro viajou a noite inteira e não dormiu. Por exemplo: Neymar já perdeu pênalti. Pelé já perdeu pênalti. Nem por isso ele deixou de ser o grande jogador que é. Me incomodou já muito, não me incomoda mais. Eu falo: quem quiser vai no meu show, vai assistir o show, vê as gravações que eu eu estou fazendo agora. Está estourado ‘Frente Fria’, ‘Banalizaram’, tudo que eu gravei recente”, afirmou Zezé di Camargo ao g1.

Zezé ainda afirmou que possui total consciência de todo o legado que construiu na música sertaneja, disse que tem certeza que quem é fã de verdade não liga para as críticas que ele recebe, e ainda relembrou ações sociais que faz com o prestígio e o dinheiro que recebeu do trabalho durante todo o tempo que tem de carreira.

Zezé Di Camargo ouve público cantar sucessos da dupla com Luciano no palco da Festa do Peão de Barretos — Foto: Érico Andrade /g1

“Sabe aquele ditado: os cães ladram e caravana passa. É a minha vida. Eu sei o que eu represento para milhões de pessoas e sei o que eu faço com meu trabalho, quantas pessoas eu ajudo. Hospital do Amor de Barretos, Hospital do Câncer de Goiás, que eu sou embaixador e ajudo. Quantos cachorros eu pego na rua e pago tratamento de animais que estão feridos, eu vou lá e salvo. Essa é a minha resposta, me dá muita tranquilidade”, pontuou o cantor.

Em junho, Zezé Di Camargo chegou a parar um show em Santos (SP) para fazer uma crítica em relação aos questionamentos sobre sua voz e afinação. Segundo o que disse o cantor ao g1 em Barretos (SP), muitos vídeos são antigos e editados novamente para parecer que são novos. Por isso, ele acionou a Justiça para cuidar das adulterações.

“Já tem Justiça tomando conta disso. Porque a pessoa pega o mesmo vídeo e edita ele e a cada três, quatro meses, bota o mesmo vídeo, quem não viu pensa que aconteceu de novo. Tá na cara que tem gente que faz de maldade para prejudicar, coloca o vídeo como se fosse novo. Isso é maldade”, completou.

Zezé Di Camargo & Luciano cantam clássicos da carreira para arena apaixonada na Festa do Peão de Barretos — Foto: Érico Andrade /g1

‘A dupla é muito importante para ambos’

Zezé di Camargo e Luciano foram aclamados em Barretos ao fazer um show digno de um dos grandes nomes da história. A dupla completou três décadas de carreira em 2021 e tinha projetos grandiosos de comemoração, que tiveram de ser pausados por conta da pandemia da Covid-19 e da dedicação a projeto paralelos.

Luciano gravou um álbum gospel, um grande sonho de sua mãe, Helena, e Zezé voltou às origens ao gravar o projeto “Rústico”, com uma musicalidade mais sertaneja e mais próximo do que ele fazia na carreira solo, antes de formar a dupla com Luciano. A mudança de foco gerou discussões sobre a continuidade da dupla, até pela diminuição das aparições públicas juntos.

“Meu irmão lançou o projeto dele, o gospel, eu lancei o meu, Rústico. Todo mundo pensou que a dupla ia acabar, a gente sabia o que estava fazendo, e sabemos quanto isso era importante para ele e para mim, mas a dupla é muito importante para ambos. A empresa que cuida da nossa carreira vai, talvez, fazer alguma coisa para 35 anos de carreira, 30 já passou. Eu não gosto de datar coisas. As coisas vão acontecendo. Esse show que a gente estreou agora ficou muito bonito. A gente nasceu para isso. Deus nos dando saúde para cantar até os 90 está bom. A gente vai comemorar a vida”, explicou Zezé.

Chuva estrondosa de fogos de artifício antecipa a entrada de Zezé Di Camargo & Luciano na arena do Parque do Peão — Foto: Ricardo Nasi/g1

‘Um livro muito bem escrito’, diz Luciano

Minutos antes da entrevista de Zezé, Luciano também conversou com o g1 e foi ao encontro do que o irmão falou ao afirmar que o “maior projeto da dupla Zezé di Camargo e Luciano é continuar cantando” e que há muitos anos eles não têm preocupação em lançar nada novo. Confira no vídeo abaixo.

“A gente tem um legado musical, a gente tem um público fiel a Zezé Di Camargo e Luciano muito grande, de várias gerações diferentes, então a gente não tem essa preocupação. Ano comemorativo vale fazer algo, mas essa coisa de gravar alguma coisa não fica na minha cabeça. O que fica na minha cabeça é: vamos cantar. A nossa história foi muito bem contada até agora. Tudo o que vier agora, são páginas de ajustes de um livro que foi muito bem escrito”, pontuou Luciano.

Luciano ainda comemorou o fato da dupla voltar a Barretos depois de sete anos – em 2019 também se apresentaram no maior rodeio da América Latina, mas com o projeto ‘Amigos’, ao lado de Chitãozinho e Xororó e Leonardo.

“Independente da quantidade de vindas, o mais importante é estar aqui, além do show, da mega estrutura que tem, tem também a causa, que é o Hospital de Amor, a gente quando vem, a gente sabe que existe essa causa também, além do intuito de reunir pessoas de todo o canto do mundo, você bem para servir e falar de amor, não só no sentido de música, mas também de ação”, explicou.

Projetos paralelos e dupla

Em relação aos projetos paralelos que os dois têm feito, Zezé também reiterou que é possível o trabalho solo e a carreira como dupla caminharem juntas sem que um atrapalhe o outro ou motive rumores de separação.

“Dá para fazer as duas coisas muito bem. O Rústico vai bem, o projeto novo do show também. A gente já construiu uma história, o prédio está pronto, só precisa manter ele de pé. Só olhar para trás para tudo o que nós fizemos, de música, é uma carreira para mais de 100 anos para frente. A gente não preocupa com isso, é seguir a estrada. Claro que vem a galera nova, a vida é cheia de ciclos, mas isso não preocupa a gente. A nossa estrada está pavimentada. É só cuidar dela, é tirar um galho ou outro”, finalizou Zezé Di Camargo ao g1.

G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.