“Vocês têm narrativas, não provas”, diz Luciano Hang à CPI da Covid

Ao ser questionado sobre declaração de que sua mãe faleceu em decorrência da não adoção do “tratamento preventivo” para a covid-19, Luciano Hang, depoente da sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia desta 4ª feira (29.set), afirmou que os senadores foram conduzidos ao erro. “Vocês têm narrativas, não provas”, disse o empresário. A pergunta ao depoente partiu do relator do colegiado, Renan Calheiros (MDB-AL). “De onde vem essa submissão de mentir sobre a morte da sua própria mãe para não prejudicar a estratégia para ocultar a ineficácia do ‘tratamento precoce’, sem comprovação científica alguma?”, questionou o parlamentar. 

O empresário da rede varejista Havan informou à CPI que a sua mãe não realizou o “tratamento preventivo”, mas o “precoce”, sim — as duas alternativas não têm eficácia. De acordo com Hang, o primeiro seria sobre tomar vitaminas para fortalecer o corpo e o segundo, o “precoce”, é o uso de hidroxicloroquina, ivermectina, azitromicina, ou seja, o chamado “kit covid”, para tratar a covid-19. “Preventivo é uma coisa, precoce é outra, eu vou desenhar”, ironizou Luciano Hang. Os senadores criticaram a tentativa de explicação do empresário sobre as duas alternativas, que não têm base científica. 

Antes de ser contaminada com a covid-19, a mãe de Hang, segundo o empresário, não usou nenhuma vitamina ou remédio como forma de tentar não contrair o coronavírus, o que não existe, já que a única forma de diminuir o risco de morte são as vacinas. O motivo, apresentado por Luciano, era que a mãe tinha muitas comorbidades. No entanto, ao ser diagnosticada com a doença, ela foi internada em um hospital comandado pela Prevent Senior. “Eu permiti que a Prevent Senior pudesse fazer de tudo que estivesse disponível para salvar a minha mãe”, disse Hang.

A sessão tumualda, com uma atmosfera de tensão, também tratou de outros temas. Os senadores questionaram o depoente sobre o vídeo postado com algemas se referindo aos parlamentares da CPI para que o prendessem, publicado na última 2ª feira (27.set), em suas redes sociais. Hang afirmou que tudo não passou de uma brincadeira e que nunca quis afrontar os senadores. “Também temos que ter senso de humor. Estamos com o elástico muito esticado”, disse. O presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), repreendeu o empresário ao dizer que é um desrespeito o que ele fez. “O senhor vem aqui e diz que é uma brincadeira em cima de quase 600 mil vidas perdidas. O senhor acha que tem condições de brincar com isso? Isso é um desrespeito. O senhor não pode de forma nenhuma dizer que era uma forma para alegrar ou brincar. Respeite pelo menos a dor, se o senhor não respeita a sua, respeite a dos outros”, afirmou Aziz. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *