Geral

Vereador cearense que indicou solução para autismo ‘na peia’ e ‘na chibata’ entra na mira da polícia

A Polícia Civil do Ceará vai abrir um procedimento para investigar as falas do vereador Eúde Lucas, presidente da Câmara Municipal de Jucás, no interior do Ceará, sobre pessoas com autismo. Em discurso no plenário da Casa, Eúde sugeriu, ao ignorar mensagens de apoio à atriz Letícia Sabatella, que no domingo (17), falou ao Fantástico sobre ter recebido o diagnóstico de Transtorno do Espectro Autista (TEA), disse que o autismo se cura “na peia” ou “na chibata”. As informações do do G1.

“Tem uma declaração que os artistas, os autores, sei lá… tá rondando. Eu digo ‘eu era autista’, só que meu pai tirou o autista na peia. Naquele tempo tirava autista era na chibata. Porque era um menino meio traquina”, afirmou.

Conforme a Delegacia Municipal de Jucás, a análise das falas do vereador vai embasar o inquérito policial, que deve apurar se o parlamentar cometeu o crime de discriminação contra pessoa com deficiência, como previsto no artigo 88 da lei 15.146/15.

Revista Nordeste

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.