Teresinha do peixe afirma: Prefeito de Sapé não se preocupa com a pobreza menstrual das mulheres de nossa cidade

Diante das grandes repercussões a nível nacional do Veto do Presidente Jair Bolsonaro a distribuição de absorventes para estudantes de baixa renda e pessoas em situação de rua, a vereadora Teresinha do Peixe, disse que desde abril deste ano, apresentou um projeto de Lei para o enfrentamento da pobreza menstrual na cidade de Sapé, onde o projeto indicativo visava a distribuição de Kit’s de Higiene íntima para mulheres de baixa renda e para estudantes da rede pública municipal.

O Projeto Indicativo 009/2021 de autoria da Vereadora Teresinha do Peixe, foi apresentado e aprovado por unanimidade no dia 27 de abril de 2021 e desde então não foi sancionado pelo prefeito de Sapé Sidnei Paiva. Em conversa com a equipe do Paraíba Conectado, a vereadora afirmou que o Prefeito de Sapé não se preocupa com a pobreza menstrual das mulheres da cidade e vem pouco fazendo para solucionar este problema que atinge centenas de cidadãs sapeenses.

A mais de seis meses este projeto está na gaveta do prefeito que não deu a mínima importância para as mulheres de Sapé. Independente de lado político, precisamos buscar soluções para todas, e o poder público tem que se posicionar e tomar as devidas previdências.

Teresinha do Peixe, vereadora em Sapé PB

“Estamos batalhando em pleno século 21 por acesso a itens básicos para as mulheres” completou a vereadora, que após a repercussão nacional do veto presidencial, espera que o prefeito Sidnei se sensibilize e sancione o projeto dos Kit’s de higiene íntima.

O objetivo do Projeto é combater a precariedade menstrual, ou seja, a falta de acesso a produtos de higiene e a outros itens necessário ao período menstrual, considerados fundamentais e imprescindíveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *