Prefeito Irani e Secretário exc. do estado Juscelino do Peixe visitam complexo de energia solar em Coremas

A cidade de Coremas, no sertão paraibano, vem se tornando uma das maiores produtoras de energia solar do Brasil. Contribuindo para ampliação da oferta de energia limpa e renovável no País.

Na manhã desta última quinta feira (5), o prefeito de Coremas, Irani Alexandrino, acompanhado do Secretário executivo de Pesca do estado da Paraíba, Juscelino do Peixe e o reitor da Universidade Federal da Paraíba, estiveram visitando a usina fotovoltaica da unidade Coremas III e a implementação das unidades de 4 a 8 que tem a previsão de estar em funcionamento ainda neste ano de 2021.

O secretário Juscelino ressaltou a importância de investimentos como este na nossa Paraíba e falou sobre a importância para a cidade e região de Coremas.

Coremas e região só tem a ganhar com a produção de energia solar, é grande a geração de emprego e renda na cidade. O prefeito Irani é de grande importância para esse processo, e vem sempre buscando investimentos que assim como este, irá ajudar no desenvolvimento da cidade.

Juscelino do Peixe

Durante a visita, o prefeito da cidade, o senhor Irani, agradeceu a presença do reitor da Universidade Federal da Paraíba que junto com o secretário executivo de pesca, Juscelino, firmaram o compromisso de buscar a reabertura do polo universitário, além de cursos e apoio ao setor de pesca da cidade.

Nossa cidade está no caminho certo, hoje aqui podemos ver um grande desenvolvimento em que a nossa cidade só tem a ganhar. Ao Secretário Juscelino e ao senhor Reitor da UFPB, obrigado pela visita, e por tudo que veem fazendo pela nossa querida Coremas. Estamos trabalhando a cada dia mais para nossa cidade crescer”

Irani Alexandrino, Prefeito de Coremas

A cidade de Coremas só tem a ganhar, com a geração de emprego e com a maior renda circulando na economia na cidade. A geração de energia solar.

Para as obras do Coremas 4, 5, 6, 7 e 8 serão instalados 2.460 trackers modelo STI-H250, dual-row, o primeiro deste tipo do mercado trazido pela STI Norland e a capacidade total será de aproximadamente 156 MWp. Ao todo, nas obras do Coremas 1, 2 e 3 foram fornecidos 947 trackers, sendo 254 do modelo H-1250, trackers multilinhas, e o restante são do modelo STI-H250, dual-row. Esse foi o primeiro grande projeto da STI Norland Brasil, em 2017. No total, serão 10 projetos de 31,2 MWp cada, sendo que já estão em operação o Coremas 1, 2 e 3.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *