Paraíba

Porto dobra capacidade para receber navios 24 horas por dia

O Porto de Cabedelo, na Região Metropolitana de João Pessoa, vai receber a partir de agora navios com até 55 mil toneladas, 24 horas por dia. Antes, esse tipo de operação era limitada ao horário da maré e a 35 mil toneladas.

O aumento da capacidade será possível após a entrega da dragagem do canal de acesso e bacia de evolução  do espaço nesta segunda-feira (11), feita pelo governador João Azevêdo (PSB).

Além da dragagem, o governo entregou os armazéns 1 e 7, que passaram por uma ampla reforma e lançou o programa “Porto Cidade”, uma série de ações de promoção do desenvolvimento social dos trabalhadores e toda a comunidade de Cabedelo nas áreas de educação, cultura, tecnologia, sustentabilidade e saúde, fundamentado nas práticas ESG (Governança Ambiental, Social e Corporativa, na sigla em inglês).

“Não prometemos, mas realizamos. Esse governo vem quebrando paradigmas. Coisas que eram impossíveis de serem realizadas, estamos realizando. Promessas que era feitas durante o processo eleitoral, mas que não se concretizavam. Estamos mudando a relação do Porto com a cidade de Cabedelo”, disse o gestor.

Segundo o governador, o programa Porto Cidade vai funcionar em três esferas: saúde, assistência profissional e cultura.

“O programa tem o objetivo de abrir o Porto para a cidade e mostrar claramente que somos um elemento de interesse para cidade. Afinal de contas, os R$ 170 milhões investidos aqui geraram emprego e renda para Cabedelo. Queremos uma ação de formação profissional que atenda toda população de Cabedelo. Ações de saúde, que se iniciam com quem tem vínculo direto ou indireto com o Porto. E na área da cultura, aberto para todo mundo, para que possamos formar novos talentos, por exemplo”, explicou.

Política 

Durante a solenidade, João Azevêdo reforçou o nome do ex-deputado e presidente da Companhia Docas, Ricardo Borbosa (PSB), como a única opção do PSB para sucessão na cidade portuária em 2024.

“Nós temos um projeto em Cabedelo. Todo mundo já sabe que esse projeto é Ricardo Barbosa”, frisou.

MaisPB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.