Policial militar é preso, em João Pessoa, acusado de chefiar organização criminosa que fraudava concursos públicos no Nordeste

A Polícia Civil da Paraíba deflagrou na manhã desta quinta-feira (21), uma operação contra uma organização criminosa acusada de fraudar concursos públicos no Nordeste. De acordo com as primeiras informações obtidas pelo ClickPB, um policial militar foi preso suspeito de chefiar a organização.

Quatro mandados de busca e apreensão também estão sendo cumpridos na Paraíba, durante a Operação Loki. Os mandados foram expedidos pela 17° Vara Mista da cidade de Alagoas.

A ação é coordenada pela Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRACO) de João Pessoa.

O delegado Diego Beltrão informou que a organização criminosa teria fraudado concursos da Polícia Militar,Civil e Corpo de Bombeiros.

Flávio Luciano Nascimento Borges foi preso na sua residência no bairro Portal do Sol. O delegado informou que o policial ostentava um patrimônio incompatível com sua renda. O preso, que é policial no estado de Alagoas, também foi investigado na Operação Gabarito. Ele estava em liberdade.

A organização criminosa usava ponto eletrônico para repassar as respostas para os candidatos.

Participam da operação policiais civis da Paraíba, Alagoas, Pernambuco e Sergipe.

Fonte: Click PB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *