Pedro, Anastácio e Gervásio votam contra projeto que acaba com saídas temporárias de presidiários

Foi aprovada na Câmara Federal dos Deputados na última quarta-feira (03), o projeto que veta as saídas temporárias de detentos das unidades prisionais no Brasil. A matéria segue agora com destino ao Senado para apreciação dos parlamentares, dentre os que representam a Paraíba, 8 dos 12 deputados participaram da votação, sendo que 3 desse total votaram contrário ao projeto.

Pedro Cunha Lima (PSDB), Frei Anastácio (PT) e Gervásio Maia (PSB), formam a trinca de parlamentares que não seguiram o pensamento dos 311 votos favoráveis, no total foram 98 votos contrários.

O texto aprovado também obriga a realização de exame criminológico como requisito para a progressão de regime e para a autorização de regime semiaberto. A análise deverá comprovar que o detento tem condições de se adaptar ao novo regime com autodisciplina, baixa periculosidade e senso de responsabilidade.

Dados da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) de São Paulo, segundo o relator, apontam que 1.628 presos não retornaram às prisões após a saída temporária do final do ano de 2021.

Veja a votação de todos os Deputados Paraibanos:

Edna Henrique (Republicanos) – Votou pelo fim das ‘saidinhas’
Eliza Virgínia (PP) – Votou pelo fim das ‘saidinhas’
Hugo Motta (Republicanos) – Votou pelo fim das ‘saidinhas’
Julian Lemos (União) – Votou pelo fim das ‘saidinhas’
Wilson Santiago (Republicanos) – Votou pelo fim das ‘saidinhas’
Frei Anastacio Ribeiro (PT) – Votou contrário à proposta que acaba com o benéfico
Gervásio Maia (PSB) – Votou contrário à proposta que acaba com o benéfico
Pedro Cunha Lima (PSDB) – Votou contrário à proposta que acaba com o benéfico

Damiao Feliciano, Rui Carneiro, Efraim Filho e Welington Roberto não votaram.

Da redação com Agência Câmara de Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.