Partidos e movimentos protestam contra Bolsonaro em JP e CG

Partidos de esquerda e movimentos sociais participaram de manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na manhã deste sábado (02) em João Pessoa e Campina Grande.

Na capital paraibana, o grupo se reuniu em frente em Liceu Paraibano e se dirigiu até à Praça dos Três Poderes passando pelo Parque da Lagoa.

Os deputados Damião Feliciano (PDT), Anísio Maia (PT) e Cida Ramos (PSB), além de secretários de Estado participaram do ato.

Em Campina Grande, a mobilização aconteceu no Centro da cidade.

O que defendem os manifestantes

O presidente do PT na Paraíba, Jackson Macêdo, cobrou o impeachment imediato de Jair Bolsonaro.

“São mais de 130 pedidos que estão na gaveta do presidente da Câmara dos Deputado e ele não pauta. Nós precisamos abrir o processo de impeachment para que o Congresso possa analisar”, disse Macêdo.

“O Brasil não aguenta mais o governo Bolsonaro, é muita irresponsabilidade”, completou.

A futura presidente do PSB, Sandra Marrocos, afirmou que o protesto ocorre em defesa da vida, da dignidade humana e fortalecimento da democracia.

“Estamos todos e todas em uma só voz, primeiro para dizer Fora Bolsonaro”, pontuou, reforçando que o presidente desrespeita protocolos internacionais de saúde, as minorias e não tem um projeto para o país.

Bolsonarismo reage 

O presidente estadual do PTB, Nilvan Ferreira, ironizou o ato contra Bolsonaro e afirmou que a esquerda “não cansa de passar vergonha”.

“Eles já experimentaram em outras oportunidades encampar esse movimento Fora Bolsonaro e receberam de forma bem dissonante o recado da opinião pública, que não vai no discurso da esquerda”, afirmou.

Para ele, a crise que afeta o Brasil com frequentes aumentos no preço da gasolina, gás de cozinha e alimentos é mundial, causada pelas medidas adotadas por prefeitos e governadores para conter a Covid-19.

Fonte: MaisPB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *