GeralNewsParaíba

Orçamento 2024: Governo Federal destina R$ 43 milhões para Canal Acauã-Araçagi e R$ 4,4 milhões para ramal do Piancó

Foram publicados na edição suplementar de ontem (23) do Diário Oficial da União (DOU) os valores destinados pelo Governo Federal para ações na Paraíba e outros estados. Conforme apurou o ClickPB, no âmbito da segurança hídrica foram incluídas verbas para obras como Canal Acauã-Araçagi (Vertente Litorânea) e Ramal do Piancó.

Para a primeira obra foram destinados R$ 43.191,040 (mais de 43 milhões). A reportagem apurou que a obra teve início em 2013, no primeiro governo de Dilma Rousseff (PT).

O canal Acauã-Araçagi tem por objetivo ser uma ação complementar da transposição leste do Rio São Francisco, sendo um canal de 130,4 km que levará água do São Francisco a municípios do Agreste, Zona da Mata, Brejo e Litoral Norte.

O canal tem início em Itatuba e está previsto para ser finalizado em um açude, que será construído entre no Rio Camaratuba, entre os municípios de Curral de Cima, Jacaraú e Mamanguape, Litoral Norte do estado.

Até o momento, apenas o primeiro lote da chamada ‘Vertente Litorânea’ foi entregue. Ele beneficia diretamente cidades como Mogeiro, Itatuba, Itabaiana, Ingá, Salgado de São Félix e o Rio Gurinhém. O segundo lote está em execução e deverá levar água até a barragem de Araçagi, na região do Brejo do estado. A previsão é que ele seja entregue ainda este ano.

Após a água chegar ao reservatório em no Brejo da Paraíba, o terceiro e último lote seguirá até o novo açude que será construído no Rio Camaratuba.

A obra tem valor total de mais de R$ 1,4 bilhão e promete ser a solução para a falta d’água em quase 40 cidades paraibanas, chegando a mais de 600 mil beneficiados.
Os recursos são oriundos do Governo Federal (R$ 1,2 bilhão) e Governo do Estado (R$ 155 milhões).

Ramal do Piancó

A reportagem apurou que para o Ramal do Piancó, obra também será ligada à transposição do Rio São Francisco, foram destinados R$ 4.437.631 (mais de R$ 4,4 milhões).  A obra também é conhecida como ‘terceiro eixo da transposição’ e – quando concluída – deverá garantir abastecimento em ao menos 36 municípios, espalhados pela Paraíba e pelo Rio Grande do Norte.

Apenas na Paraíba, a população beneficiada deverá ser de aproximadamente 200 mil habitantes.  Segundo informações obtidas pelo ClickPB, a ideia é que o ‘ramal do Piancó’ tenha início com um canal que será iniciado no distrito de Palestina, no município de Mauriti, no Ceará.

De lá, a água seguiria para uma barragem na região, até cair no Açude do Condado, em Conceição (PB). Em seguida, as águas do velho chico iriam para o Açude de Coremas e rio Piancó.  O terceiro eixo da transposição na Paraíba, nos últimos anos, é uma pauta recorrente nos debates políticos do estado.

Ela esteve entre as prioridades eleitas pelo Governo do Estado para o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), junto com as vertente litorâneas e triplicação da BR-230.

Click PB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.