Onipresente, médico acumula sete vínculos públicos na Paraíba e salário chega a mais de R$ 58 mil

A multiplicidade, pluralidade e capacidade de se reinventar são características essenciais no mercado de trabalho atualmente. No entanto, causa estranheza um profissional dar conta de sete empregos diferentes. Conforme apurou o ClickPB, o ranking de acumulação de vínculos públicos na Paraíba é liderado por um médico com sete vínculos e salários que, somados, totalizam R$ 58.856,14. Todos os contratos do médico Márcio José Gomes de Araújo Filho com o poder público foram feitos por excepcional interesse público.

O médico Márcio José Gomes de Araújo Filho trabalha nas cidades de Araruna, João Pessoa, Sapé, Caldas Brandão e Mari, de acordo com dados disponibilizados pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) e checados pelo ClickPB. O vínculo mais antigo é com o Fundo Municipal de Saúde de Araruna, onde ele trabalha como médico plantonista, com salário de R$ 11 mil.

Com o Fundo Municipal de Saúde de João Pessoa, o médico possui dois vínculos, um com salário de R$ 14.666,67 e outro de R$ 9.989,47. Já com o Fundo Municipal de Saúde na cidade de Sapé, também há dois vínculos, com remunerações de R$ 9.100, como médico do SAMU, e R$ 7.800, como médico plantonista.

No Fundo Municipal de Saúde de Caldas Brandão, ele atua como médico plantonista, com salário de R$ 3.600. E, na Prefeitura Municipal de Mari, ele atua como médico CEAS plantonista, com salário de R$ 2.700.

Não é de hoje que o acúmulo de vínculos públicos chama atenção devido à impossibilidade de um profissional só dar conta de empregos múltiplos. Na Paraíba a situação não é diferente e vários profissionais já foram alvos de investigações e procedimentos. No entanto, a situação vai de encontro à Constituição Federal.

O Tribunal de Contas tem estado sempre vigilante e enviado alertas aos governos dos municípios e do Estado sobre os acúmulos ilegais para solicitar as adequações e correções.

O ClickPB não conseguiu contato com o médico citado, mas disponibiliza o endereço de e-mail: [email protected] para receber posicionamento sobre o assunto.

Fonte: Click PB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *