Oitocentas pessoas são retiradas da ilha de La Palma por avanço de lava do vulcão Cumbre Vieja

Cerca de 800 moradores da ilha de La Palma, no arquipélago espanhol das Ilhas Canárias, receberam nesta terça-feira (12) uma ordem para deixarem suas residências devido ao avanço do fluxo de lava do vulcão Cumbre Vieja, informaram as autoridades locais.

O serviço de emergência das Canárias anunciou no Twitter que emitiu uma “ordem de evacuação para vários núcleos populacionais” na localidade de Llanos de Aridan, “devido à previsão de avanço do fluxo de lava”.

Entre 700 e 800 pessoas estão afetadas por esta ordem de evacuação, detalhou o serviço de emergência do arquipélago, situado próximo da costa noroeste da África.

Cerca de 3 mil pessoas foram confinadas na segunda-feira depois que a lava do vulcão destruiu uma parte de uma fábrica de cimento, o que gerou a emissão de gases potencialmente tóxicos.

Contudo, as autoridades suspenderam nesta terça a obrigação de permanecer em casa.

A erupção do Cumbre Vieja, que começou em 19 de setembro, não provocou vítimas mortais até o momento, mas causou grandes danos nesta pequena ilha de 85 mil habitantes, dos quais mais de 6 mil tiveram que ser evacuados.

Esta é a terceira erupção de um vulcão em La Palma nos últimos 100 anos, após as de San Juan em 1949 e Teneguía em 1971, que deixaram três mortos no total.

Fonte: France Presse

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *