Lula: Bolsonaro ajudou o povo, mas lascou os governadores ao reduzir impostos dos combustíveis

Nesta quarta-feira (20), o ex-presidiário e pré-candidato à Presidência Lula (PT) criticou a política sobre a gasolina e demais combustíveis do Governo Bolsonaro. A declaração foi feita por ele durante evento em Garanhuns, em Pernambuco (PE). 

O petista disse que recentes medidas do governo federal para redução de preços são prejudiciais a governadores e Estados.

Lula se referia à aprovação do Congresso ao limite de cobrança do ICMS sobre combustíveis, energia, transporte coletivo e comunicações. 

Esses itens passaram a ser classificados como essenciais e indispensáveis, o que impede que os Estados cobrem taxa superior à alíquota geral, que varia de 17% a 18%, dependendo da localidade.

“O presidente prejudicou os governadores com essa redução do ICMS. Vai faltar dinheiro para educação e para a saúde. Espere o próximo ano para você vai ver. Tudo isso para ele reduzir a gasolina em 69 centavos”, afirmou Lula.

“No meu governo, vai ter gasolina ‘abrasileirada’”, acrescentou o petista durante o evento. 

“Eu não posso pagar gasolina em dólar. Tem que pagar em real, que é o que eu recebo aqui”, disse.

Fonte: Terra Brasil Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.