News

Kássio Nunes e Alexandre de Moraes se desentendem sobre caso Celso Daniel

Na estreia do ministro Kassio Nunes Marques no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o magistrado teve um pequeno entrevero com o presidente da Corte Eleitoral, Alexandre de Moraes, sobre o assassinato do ex-prefeito de Santo André Celso Daniel. 

O julgamento resultou em uma multa de R$ 10 mil contra os senadores Mara Gabrilli (PSD-SP) e Flávio Bolsonaro (PL-RJ) e para a deputada Carla Zambelli (PL-SP) por postagens que envolveram o presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o assassinato de Daniel, que ocorreu em 2002. 

Nunes afirmou que a acusação de Gabrilli sobre o caso “foi um depoimento pessoal, uma experiência de vida” e questionou se na época dos comentários ainda havia processos abertos.

Moraes afirmou que o processo em São Paulo já havia sido encerrado e que não foi comprovada a participação de deputados ou senadores no crime. “Não há ninguém com foro privilegiado em relação ao assassinato ocorrido em Santo André”, afirmou. 

No final, a proposta do ministro Nunes Marques, de multar apenas Mara Gabrilli e não os políticos que fizeram coro de sua acusação, foi vencida.

Fonte: ISTO É

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.