GeralNews

Em meio a pressões na Educação, João avisa: “Não vou demitir pela imprensa”

O governador João Azevêdo (PSB) voltou a falar, nesta quinta-feira (18), sobre a insatisfação de parlamentares com o secretário de Estado da Educação, Roberto Souza, convocado para prestar esclarecimentos na Assembleia Legislativa e pressões para exonerá-lo do cargo. O gestor afirmou que esse processo é conduzido com naturalidade.

“Não é questão de ser mantido. O secretário vai permanecer no cargo enquanto ele se sentir confortável para exercer o trabalho dele, que está sendo excelente. Basta dizer isso. Essa discussão é muito mais externa do que interna”, disse.

Sobre a insatisfação dos deputados do Republicanos, partido que indicou Souza ao cargo, João afirmou que elas ocorreram, supostamente, por um dois parlamentares que não foram atendidos.

“Não se trata disso. O partido indicou um secretário que está exercendo a sua atividade, basta saber quais são as questões que, supostamente, por um ou outro deputado não foi atendida, e vamos colocar isso na mesa. Só que essas discussões não se faz pela imprensa não. Não é a imprensa que vai derrubar secretário nem deixar secretário. Nós vamos fazer a discussão interna e isso norteará o caminho que vamos tomar”, afirmou.

MaisPB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.