Discurso de Bolsonaro na ONU é criticado por governadores e oposição

discurso do presidente Jair Bolsonaro na Assembleia Geral da ONU repercurtiu entre parlamentares, ministros e governadores.

Em coletiva das prévias do PSDB, o governador gaúcho, Eduardo Leite, criticou as falas do presidente sobre tratamento precoce e os ataques aos governadores que adotaram medidas restritivas durante a pandemia “Falar na Assembleia das Nações Unidas sobre os fechamentos e atacar a própria audiência da ONU, porque foi a posição majoritária no mundo para salvar vidas”, afirmou.

Saiba mais:
+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

O governador do Maranhão, Flávio Dino também lamentou o discurso ” Ele realmente quer o Brasil como “pária internacional”, isolado e sem voz ativa no mundo. Imenso prejuízo para a nossa economia e para a imagem do Brasil”, escreveu nas redes sociais.

O chefe da Secretaria-Geral da Presidência, ministro Luiz Ramos, discorda e afirma que o presidente mostrou no pronunciamento o Brasil que o mundo não conhece “Um Brasil que há mil dias está sem nenhum caso de corrupção e tratou com a mesma responsabilidade a pandemia e a economia, salvando empregos e vidas”, afirmou.

Destaque também observado pela deputada Carla Zambelli (PSL-SP) que escreveu no twitter que “estamos há 2 anos e 8 meses sem qualquer caso concreto de corrupção e que o presidente é simplesmente fantástico”.

No twitter, o ex-ministro da Saúde Henrique Mandetta declarou que a fala foi cínica e afirmou que a única parte do discurso que é verdade é quando ele disse que “A história e a ciência saberão responsabilizar a todos”.

No Congresso, o relator da CPI da Covid no senado, Renan Calheiros (MDB-AL), também não poupou a fala do presidente, “O discurso pífio do presidente na assembleia mostra ao mundo a república do cercadinho, uma vergonha para todos os brasileiros, a exumação da insignificância”, declarou.

Já o senador Jean do PT do Rio Grande do Norte divulgou que o presidente usou a ONU como palanque eleitoral e abusou das fake news. “Falou para sua bolha e sai de NY para o cercadinho do Palácio do Planalto”, afirmou.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, apresentou em três postagens os números do balanço apresentado pelo presidente na ONU, destacando investimentos, auxílio emergencial, pandemia, leilões e criação de empregos.

Fonte: Sbt News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *