GeralNewsPolítica

Desembargador determina transferência do prefeito de São Mamede para presídio de Patos

O prefeito de São Mamede, Umberto Jefferson, será transferido para o Presídio Regional de Patos após ser preso na Operação Festa no Terreiro 2, da Polícia Federal e Gaeco (Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado) do MPPB. A decisão foi tomada pelo desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, do Tribunal de Justiça da Paraíba, nesta sexta-feira (18).

Os presos da operação, o prefeito e outros servidores, estavam recolhidos no Batalhão do Corpo de Bombeiros em Patos, desde a audiência de custódia que manteve todos detidos. Agora serão levados ao Presídio Padrão Romero da Nóbrega, também em Patos, conforme apurou o ClickPB.

Como apurou o ClickPB desde a terça-feira (15), quando foi deflagrada a Operação Festa no Terreiro 2, o objetivo da operação é combater esquema de direcionamento de licitações, desvios de recursos públicos, corrupção e lavagem de dinheiro. De acordo com a PF, além dos mandados de prisão preventiva, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão, sendo cinco no município de Patos e um no município de São Mamede, no Sertão do estado.

Também foi determinado o afastamento de dois servidores de seus cargos públicos e o sequestro de bens no valor equivalente a R$ 5.187.359,94. Os crimes investigados durante a operação são frustração do caráter competitivo de licitação, violação de sigilo em licitação, afastamento de licitante), fraude em licitação ou contrato, peculato, corrupção passiva e corrupção ativa, além de lavagem de dinheiro.

Click PB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.