Esportes

Copa América: Neymar não disputará a competição; leia detalhes

Omédico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, disse nesta terça-feira (19) que Neymar está fora da Copa América 2024, entre junho e julho do ano que vem.

A previsão de retorno do craque aos gramados é agosto de 2024, cumprindo pelo menos nove meses de recuperação da lesão de ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo.

“Não vai ter tempo. É muito cedo. Não adianta querer queimar etapas para recuperá-lo um mês antes, correndo risco desnecessário. Nossa expectativa é que ele esteja sendo preparado para retornar no início da temporada de 2024, a partir de agosto, algo em torno disso”, disse Lasmar em entrevista à Rádio 98.

O que mais Lasmar disse?

A cirurgia, em si

“Neymar teve uma ruptura no ligamento e em dois meniscos, interno e externo, e ainda teve estiramentos em ligamentos periféricos. Ele passou por procedimento cirúrgico para correção dessas lesões. Foi feita uma reconstrução do ligamento cruzado. Retiramos um enxerto do joelho para refazer o ligamento rompido. Foi feito um reforço extra-articular para dar ainda mais segurança a esse ligamento cruzado. É como se colocássemos dois ligamentos no joelho para fazer a função do ligamento rompido. E foram feitos reparos, a sutura, dos meniscos rompidos.”

Recuperação

“Ele vem se recuperando muito bem. Está com seis semanas de pós-operatório. Vem fazendo trabalho de fisioterapia intensivo. O Rafael Martini está com ele diretamente. Tenho feito algumas visitas presenciais para acompanhar a recuperação. Ele vem evoluindo muito bem. Essa fase inicial é o momento mais difícil. Ele precisa recuperar a flexão e a extensão completa do joelho.”

Foto: Ascom/Fifa

Foto: Ascom/Fifa

Mobilidade

“Ainda estava com muletas. Agora, a gente está liberando para que comece a pesar, a partir da sexta semana. Ele está recuperando funções importantes para que na fase seguinte a gente comece um pouco mais com fortalecimento e ir todas as fases para se recuperar totalmente.”

Neymar com limitações daqui para frente?

“A medicina evoluiu muito. A medicina esportiva acompanha o que há de mais moderno. A expectativa é que ele volte a jogar. Claro que a gente precisa de paciência. É um procedimento em que falar de retorno antes de nove meses é muito precoce. O tempo estimado é alguma coisa em torno disso, é consenso mundial para uma recuperação de ligamento cruzado anterior, ainda mais com lesões periféricas associadas. É importante ter o tempo biológico. É o tempo que o organismo tem para incorporar aquele ligamento, fazendo parte da função natural do joelho. A expectativa é que depois desse tempo ele esteja totalmente recuperado, pronto para voltar a jogar em alto nível, em alta performance, sem restrições. É importante para a seleção. Ele é peça fundamental para a preparação para a Copa 2026.”

Por que Lasmar está envolvido

Lasmar foi quem fez a cirurgia em Neymar, em novembro. O jogador se lesionou em outubro, na derrota para o Uruguai, pelas Eliminatórias.

A Copa América será nos Estados Unidos e começa em 20 de junho de 2024. A estreia da seleção é no dia 24. A final está marcada para 14 de julho.

*uol/folhapress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.