Esportes

CBF demite treinadora Pia Sundhage, da Seleção Brasileira Feminina

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou nesta quarta-feira (30) o desligamento da treinadora sueca Pia Sundhage depois de quatro anos no cargo. A demissão ocorre logo após a Seleção Feminina de Futebol ser eliminada na fase de grupos da Copa do Mundo Feminina 2023, na Austrália e Nova Zelândia.

“Pia trouxe também, nesse período de 2019 até aqui, um trabalho que, para a CBF e para o futebol brasileiro como um todo, foi muito importante. Desejamos a ela, em seus novos desafios, todo o sucesso”, disse o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues.

O cargo, até o momento, segue sem nenhuma reposição após a saída de Pia. A entidade confirmou que deverá anunciar em breve a nova comissão técnica para os Jogos Olímpicos de Paris, em 2024, e para a próxima Copa do Mundo Feminina, programada para 2027.

MaisPB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.