Aziz sobre candidatura de Moro: “Serviu a um governo nazifascista e era um ditador”

O senador Omar Aziz (PSD-AM) criticou a possível candidatura do ex-juiz e ex-ministro, Sério Moro, que deve se filiar ao Podemos no próximo dia 10. Para ele, Moro serviu a um “governo nazifascista” e foi um “ditador como juiz”, por isso não tem credenciais para governar o país.

O presidente da CPI da Covid definiu ainda como “cruzeta” (sinônimo de armadilha) os diálogos do então juiz federal com a força-tarefa da Lava Jato, do Ministério Público Federal (MPF), que vieram à tona após série de reportagens do The Intercept Brasil intitulada “Vaza Jato”.

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) considerou em abril deste ano Moro como suspeito para julgar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), com quem ele deve estar novamente frente a frente, agora na disputa eleitoral.

“O cara escapa de facada, escapa de tiro, escapa de flechada, mas de cruzeta ninguém escapa. O cara acertando tudo, juiz e Ministério (Público Federal) acertados (sobre) o que escrever, só papai do céu para chegar aqui e reparar o dano”, disse o congressista em entrevista ao jornal O Povo.

E adicionou: “Serviu a um governo nazifascista, era um ditador como juiz, com aquela vozinha dele limitada intelectualmente. Ele fez o que fez e está aí, que foi uma das preocupações da CPI, não quebrar a empresa, mas ir atrás do CPF. Nós não estávamos atrás do CNPJ. O Moro podia ter prendido todos esses caras (presos da Lava Jato) sem quebrar as empresas.”

Fonte: Paraíba.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *