Esportes

Atlético-MG vence o Botafogo, que vê o Palmeiras encostar na liderança do Brasileirão

Em uma noite pouco inspirada, o Botafogo perdeu para o Atlético-MG, por 1 a 0, neste sábado (16), na Arena do Galo, e viu o Palmeiras encostar na briga pelo título. A partida foi válida pela 23ª rodada do Brasileirão.

Apesar da derrota, o Botafogo segue na liderança isolada, com 51 pontos, sete a mais que o vice-líder Palmeiras. Já o Atlético-MG voltou a sonhar com a vaga na Copa Libertadores, subindo para o nono lugar, com 34 pontos.

Como foi
O primeiro tempo em Belo Horizonte (MG) foi bastante disputado, mas com poucas chances de gol. Na melhor oportunidade, Maurício Lemos finalizou, Perri desviou e a bola bateu no travessão antes de sair. Depois, o goleiro botafoguense voltou a trabalhar em cobrança de falta de Pavón.

O panorama da partida não mudou muito depois do intervalo. Quando parecia que o jogo terminaria empatado, Paulinho recebeu lançamento de Pedrinho e finalizou no cantinho de Gatito Fernández, que se esticou todo. O Botafogo tentou pressionar nos minutos finais, mas não conseguiu levar um ponto para casa.

Próximos jogos
O Atlético-MG entra em campo apenas no próximo sábado (23), contra o Cuiabá, às 21h (de Brasília), na Arena do Galo, em Belo Horizonte (MG). Na sexta-feira (22), o Botafogo visita o Corinthians, às 20h (de Brasília), em Itaquera. Os jogos são válidos pela 24ª rodada.

Ficha Técnica
Atlético-MG 1 x 0 Botafogo

Local – Arena do Galo, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário – sábado (16), às 21h (de Brasília)
Árbitro – Ramon Abatti Abel (FIFA – SC)
Auxiliares – Bruno Raphael Pires (FIFA – GO) e Thiaggo Americano Labes (SC)
Árbitro de vídeo – Ronei Candido Alves (MG)

Gol – Paulinho, aos 35’/2T (Atlético-MG)

ATLÉTICO-MG – Everson; Mariano, Maurício Lemos, Bruno Fuchs e Guilherme Arana; Battaglia, Otávio e Pedrinho (Réver); Pavón (Patrick), Paulinho e Alan Kardec (Zaracho). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

BOTAFOGO – Lucas Perri (Gatito Fernández); Di Plácido (Janderson), Adryelson, Cuesta e Marçal; Marlon Freitas, Tchê Tchê e Eduardo; Júnior Santos (Luis Henrique), Tiquinho Soares (Diego Costa) e Victor Sá. Técnico: Bruno Lage.

R7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.