Política

Associações LGBT+ acionam STF contra Nikolas Ferreira devido a discurso

A Aliança Nacional LGBTI+ e a Associação Brasileira de Famílias Homotransafetivas (Abrafh) protocolaram uma notícia-crime, no Supremo Tribunal Federal (STF), contra o deputado Nikolas Ferreira (PL-MG), devido ao discurso no qual disse que “as mulheres estão perdendo seu espaço para homens que se sentem mulheres”.

Na ação, as entidades acusam o deputado por Minas Gerais de ter cometido transfobia ao fazer o discurso. Em 2019, a transfobia foi equiparada ao racismo e passou a ser tratada como crime hediondo pelo STF.

O Partido Socialismo e Liberdade (Psol) também entrou com uma notícia-crime no Supremo por causa das declarações de Nikolas na 4ª feira (8.mar). Além disso, na noite de ontem, o Ministério Público Federal (MPF) acionou a Câmara dos Deputados para apurar a fala do parlamentar.

Fonte: SBT News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.