Após ser impedida de tocar na Vaquejada do Bemais por desorganização, Danieze Santiago diz que vai doar cestas básicas com cachê recebido

A cantora Danieze Santiago afirmou neste domingo (21) que vai reverter o dinheiro recebido pela Vaquejada do Bemais, na região metropolitana de João Pessoa, em cestas básicas aos mais necessitados. A artista foi impedida de se apresentar no evento após a organização atrasar a programação e acabar cortando a cantora por causa do horário avançado.

“O cachê que eu fiz questão de receber, só pela humilhação que vocês e eu passamos, vai ser inteiro comprado em CESTAS BÁSICAS para os mais necessitados!”, publicou a cantora no Instagram.

Danieze também publicou vídeos relatando a desorganização para acessar o evento. Segundo a cantora, ela e a banda tiveram que andar 4km a pé. A artista publicou um longo desabafo nas redes sociais.

Na nota, Danieze se apresenta: “Pra quem não me conhece, meu nome é Danieze Santiago, tenho 24 anos, estou desde os 11 anos de idade na estrada, sou PARAIBANA com muito orgulho, de origem simples e humilde, tudo que conquistei foi com muita luta e muito suor, tenho uma filha de 05 meses que tenho que deixar em casa pra trabalhar. Ontem foi o primeiro show que minha mãe pode ir ela sentiu na pele junho comigo, como é difícil ser mulher nesse meio, como eu fui humilhada e maltratada.” (sic)

Ainda segundo Danieze, “estava previsto para que eu entrasse no palco às 1h da manhã. Às 21h30 saímos do hotel e pegamos estrada para o local do evento. Foram mais de 3 horas de trânsito até chegar a 5km perto do evento, percorremos 4km a pé eu e minha equipe inteira com os instrumentos! Chegando um pouco perto, pegamos uma carona com duas mulheres maravilhosas, que deixaram uma parte da minha equipe subir atrás da caminhoneta, todo esse caos causado pela falta  de organização do evento, não existia uma entrada acessível para as bandas e nem pras pessoas, várias pessoas desistindo e tentando voltar, o que só atrapalhava mais ainda, várias pessoas abandonando os carro onde dava e indo a pé opr muuuuuitos km. Depois de muita luta conseguimos chegar no local, entrei pro meu camarim e ocorreram várias coisas que na minha opinião foi descriminatória, só pelo simples fato de eu ser mulher. inclusive a única do evento inteiro!” (sic) 

Danieze disse ter sido impedida de fazer o show, pois o evento teria que terminar às 4h da manhã. “Me arrumei rápido pra não perder tempo, pois queria dar o máximo de tempo de show pra vocês, a essa altura eu já sabia que alguma banda não iria dar tempo de tocar, só não sabia que eu seria a sorteada, pois o evento marcado PARA ENCERRAR às 4:00 da manhã. Finalmente, minha banda subiu no palco e organizou TUDO, alinhou todos os instrumentos e aparelhagem da banda eu subi no palco e me disseram que eu não iria mais tocar aquele horário, que agora era o momento de outro artista, faltava 1 hora pro evento encerrar, então eu me senti na obrigação de subir no palco e explicar o ocorrido, pois eu SEMPRE saio como a errada, pois nunca me deixam tomar uma posição sobre as coisas, mas dessa vez NÃO, já chega de querer pisar nas mulheres, eu mereço respeito, eu também tenho família, foi o primeiro show da vida que a minha mãe foi, e aconteceu (isso).”

Danieze Santiago disse que os artistas que participaram do evento não tem culpa pelo ocorrido e destacou que “NO FIM DAS CONTAS O EVENTO QUE IRIA ATÉ 4:00 DA MANHÃ, NUM PASSE DE MÁGICA SE ESTENDEU ATÉ AS 7:00 DA MANHÃ.”

A cantora disse que tem todas as provas do que ocorreu e pediu desculpas para os fãs que tiveram de passar pelos problemas do evento e disse que a banda recebeu o cachê porque “fizemos o nosso papel, porém fomos impedidos de completar nossa missão.”

Fonte: Click PB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *