GeralNews

Alvo de operação, filho de Bolsonaro tem celular apreendido pela Polícia

O filho do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), Jair Renan, é alvo de uma operação da Polícia Civil do Distrito Federal na manhã desta quinta-feira (24). A ação mira um grupo suspeito de estelionato, falsificação de documentos, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro.

Renan foi alvo de busca e apreensão em dois endereços, um em Santa Catarina e outro no Sudoeste, área nobre de Brasília. Aparelhos eletrônicos dele, a exemplo de um celular e HD, foram apreendidos.

De acordo com a apuração da TV Globo, o principal alvo da operação é o suposto mentor do esquema e já foi alvo de duas ações da PCDF neste ano, a Operação ‘”Succedere” e “Falso Coach”. Maciel Carvalho, de 41 anos, era instrutor de tiro de Jair Renan, filho de Bolsonaro, e foi preso em janeiro deste ano.

O grupo agiria a partir de um laranja e de empresas fantasmas, usadas pelo alvo da operação desta quinta-feira e seus comparsas. A apuração da reportagem aponta ainda que o grupo usava a falsa identidade de Antônio Amâncio Alves Mandarrari, usada para abertura de conta bancária e proprietário de pessoas jurídicas usadas como laranjas.

MaisPB com g1 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.