Alcides Camilo faz balanço das ações de sua pasta e esclarece polêmica de poço artesiano “denúncia mentirosa”

O secretário de meio ambiente da cidade Guarabira Alcides Camilo, concedeu uma entrevista ao Jornal da Cultura na Rádio Cultura FM neste sábado (06), Alcides aproveitou para fazer um balanço das ações da secretaria nesse ano de 2021, bem como esclareceu temas polêmicos levantados sobre sua pasta.

Um dos pontos abordados na conversa foi a questão das lixeiras em que o governo municipal optou por instalar baldes reutilizáveis, “achamos por bem dar um incentivo na questão do meio ambiente em reutilizar esses baldes, pra mostrar a população que podemos ajudar tanto o meio ambiente quanto os recursos públicos, fizemos um levantamento e precisaríamos investir cerca R$ 250 mil com as lixeiras, onde esses baldes fazem o mesmo trabalho, as críticas levantadas sempre vem da oposição que torce para o pior para nossa cidade, ao todo gastamos menos de R$20 mil, essa prática é utilizada inclusive em grandes cidades turísticas”, explicou.

Outro assunto abordado e esse mais recente, trata-se de um episódio que foi pauta inclusive na sessão passada da câmara, onde o vereador de oposição Renato Meireles ventilou um áudio em que supostamente um rapaz que trabalha com poços artesianos e o governo teria o contratado e não teria efetuado o pagamento, “o prefeito Marcus preocupado com a crise hídrica, iniciou a perfuração desses poços, esse cidadão que é vendedor de poços, a empresa que perfurou é uma empresa idônea inclusive de fora da Paraíba, por ele ser de Guarabira inclusive de família conhecida, ele nos entregou uma proposta de preço assinada por ele, a nota que ele emitiu está superfaturada no valor de mais de R$ 9 mil, onde o valor acordado foi no máximo até R$ 6 mil,” disse.

Essa versão apresentada por Camilo já tinha sido defendida pelo vereador Raimundo Macedo que munido de documentos, proferiu quando abordada na câmara. Veja:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *